segunda-feira, 17 de abril de 2017

Escape Time - Quarto 66 e os segredos templários - Review

Mais uma sala de escape room jogada em Belo Horizonte, desta vez, fui com uma equipe diferente.

A sala escolhida foi Quarto 66 e os segredos templários, já havia pesquisado sobre a sala e sabia que era de nível fácil/intermediário, visto que levei quatro jogadores totalmente inexperientes para conhecer o jogo.

A história da sala é simples:

"Você acaba de herdar um hotel de um parente muito distante que morreu misteriosamente, há mais de 70 anos, no quarto 66. Ao chegar no hotel, descobre que seu parente era um milionário excêntrico com estranhos hábitos e cercado de mistérios. Dizem que o Sr. Bernand de Clairvoux era guardião de um grande tesouro dos cavaleiros templários. Mas existe um problema: o Hotel Bertam será demolido em 1 hora. Esse é o tempo que você tem para tentar descobrir o mistério e talvez resgatar o tesouro. Se você falhar, ficará preso e morrerá no mesmo lugar que seu parente desapareceu. Desejamos a você muita sorte, pois você vai precisar. De todos que tentaram encontrar o tesouro, nenhum obteve sucesso em sua busca"

A história da sala não me empolgou muito, talvez pelas experiências anteriores em outras salas, achei essa história a menos interessante,  me pareceu uma mistura da salas "Operação Resgate" com "S.O.S Salvem Nossas Almas" do escape 60 com elementos realmente parecidos.

Na verdade isso é de se entender,  próprio gerente do local me informou da dificuldade de criar hoje uma sala totalmente original, visto que, o sucesso do escape game (especialmente em SP) proporciona uma vasta quantidade de salas, e é realmente difícil encontrar algo tão original. Claro que para quem está indo pela primeira vez, a sensação é realmente diferente, como foi o caso dos meus quatro amigos, que saíram de lá bem empolgados.

A sala é difícil? Não! Foi fácil? também não!

Existe uma diferença entre uma sala fácil e jogar fácil, pois pode existir diversos fatores pessoais que podem dificultar o jogo mesmo a sala sendo relativamente "fácil", como por exemplo: desatenção, desorganização, nervosismo entre outras.

Como fui com uma equipe totalmente nova (com exceção de minha namorada), a química adquirida com a outra equipe faltou aqui, e batemos cabeça quanto a isso, e ai a sala que era "fácil" se tornou difícil, faltou organização, comunicação e agilidade, entretanto a equipe se saiu muito bem no quesito exploração, em poucos minutos já tinham revirado toda sala e encontrado coisas bem escondidas com a maior facilidade do mundo, isso é um mérito grande, uma habilidade que eu particularmente não tenho.

Por isso vale ressaltar a importância de se ter diferente tipos de pessoas em seu grupo, não adianta pegar 8 nerds para resolver enigmas se não tiver pessoas boas para vasculhar e encontrar esses enigmas, se não tiver pessoas rápidas e habilidosas para abrir os cadeados com agilidade e eficiência, pois tudo isso custa precioso tempo, é preciso uma equipe equilibrada.

Quando chegou o momento de desvendar os enigmas, aí foi a minha vez e da minha namorada entrar em ação, pela malícia que já adquirimos no jogo, e aí  minha namorada mitou na resolução de um enigma.

Escapamos faltando 2 minutos para o final do tempo, foi um sufoco! Agora o placar geral está empatado novamente 3x3

O recorde da sala é para o grupo "Grávidas de Taubaté" que saíram com impressionantes 33 minutos faltando, algo para se aplaudir de pé, e dificilmente será batido, segundo o organizador do escape time essa equipe já joga junto a muito tempo e tem bastante experiencia em escape.
Eu como sou um cara polêmico, claro que desconfio dessa turma, até porque andei pesquisando e vi que eles jogam em São Paulo também, nada impede deles já terem jogado essa sala em São Paulo anteriormente, e vieram pra BH pra bater o recorde só de zoas, pra ficarem conhecidos. POLÊMICO!!!!!

Enfm, a sala quarto 66 é uma boa sala para quem quer começar a jogar, iniciantes vão gostar, veteranos não verão nada de novo. Essa sala dá pra sair sem dica numa boa, se tiver atenção.

Vamos para as notas:

Visual:  4/5
Dificuldade: 2/5
Imersão/Jogabilidade: 3/5
Plot Twist: 3/5
Resultado: Escapamos

Meu Ranking:
Pânico no Expresso do Oriente
2º. Corredor da Morte
3º. O Templo
4º. Operação Resgate
5º. Salvem Nossas Almas
6ª. Quarto 66





←  Anterior Proxima  → Inicio

mais lidas do mês

Tecnologia do Blogger.